Você sabe o que é a terapia do triangulo sistêmico?

Você conhece a história mais profunda dos antigos egípcios, antigamente conhecidos pelo nome de Kemets?

Você já ouviu falar no Ubuntu?

E a relação de tudo isso com o campo quântico?

Antes de serem conhecidos como egípcios, os antigos kemets formaram uma civilização repleta de conhecimentos sobre a vida, a cura e o cosmos. No berço dessa civilização nasceu as 7 Leis keméticas ou Herméticas que contém a profundida de informação que pode nos levar novamente para a cura e para a harmonização.

Essas leis contém o princípio de funcionamento do sistema interconectado em que vivemos. Esses conhecimentos desceram a partir do Antigo Egito e foram se espalhando pela África com a filosofia chamada ubuntu. E o que essa palavra significa?

Todos somos um.

Quando alguém da comunidade cometia um crime, ele era julgado. Esse julgamento nada se parece com o que conhecemos hoje. Todos ficavam em roda e, um por um, ia até a pessoa e dizia sawabona (eu te vejo, eu te respeito). A pessoa que estava sendo julgada respondia com shikoba (eu sou outro você / então, eu existo).

A partir daquele momento, cada membro da comunidade contava para o “acusado” como ele era importante para a comunidade, como ele tinha feito coisas boas, como ele tinha sido útil,… cada pessoa relembra para o “acusado” quem ele é. Nesse processo, o “acusado” também pedia perdão por tudo que tinha feito e se comprometia com a comunidade de não mais cometer o mesmo erro.

Não tinha acusação, tinha sim reconexão e reintegração. Para os povos africanos praticantes do ubuntu, errar é apenas se esquecer de quem se é.

Nelson Mandela resgatou isso quando foi presidente da África do Sul, após ficar muitos anos preso. Em vez de promover vingança por todos os preconceitos que existiam e que ele e o povo haviam sofrido, promoveu reconexão, perdão, integração.

Hoje o que chamamos de campo quântico nada mais é do que “todos somos um”, “eu sou um outro você”.

Rex Thomas, jornalista e pesquisador, viajou em busca das origens do conhecimento antigo por vários lugares do mundo, resgatando desde a filosofia dos kemets (egípcios) até o ubuntu e integrando tudo isso com o que hoje conhecemos como física quântica, criando a terapia do triangulo sistêmico para harmonizar a vida e os relacionamentos seguindo princípios como Nelson Mandela e Mahatma Gandhi utilizaram para resgatar a África do Sul e a Índia.

Imaginação, intenção e sentimento trabalhando juntos para, dentro do campo quântico, trazer harmonia para cada um de nós. Uma técnica simples onde o cliente se harmoniza com alguma frequência na qual tem alguma questão emocional (pai, mãe, amigo, empresa,…) e integra essa harmonização no campo, promovendo harmonia para todos os envolvidos

Quer saber mais sobre o triangulo sistêmico?

No próximo artigos vamos falar das leis fundamentais que dão embasamento ao triângulo sistêmico.

Enquanto isso, assista o vídeo do início da página feito por Rex Thomas que explica a base dessa terapia que vem ajudando muitas pessoas a criarem mais harmonia em suas vidas:

Sawabona.

Elisa Cordeiro de Mello e Marcelo Felippe

WhatsApp chat

Atendimento em Triângulo Sistêmico

Preencha os dados para download